Por Kimberly Ferreira Enfermeira – COREN RS 552072

 

 

O anúncio dado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) de que estávamos diante de uma pandemia do novo coronavírus gerou diversas mudanças no funcionamento da sociedade: pessoas em quarentena, cidadãos preocupados por não poderem ficar em casa, funcionários trabalhando em home office, escolas, universidades e comércios fechados.

Tornou-se essencial e importante manter-se em casa para a diminuição da curva de contágio do coronavírus. A OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou o vírus como uma pandemia no dia 13 de março e, desde então, acompanhamos países enfrentando graves surtos e impondo a quarentena ou isolamento como uma solução para conter a disseminação do coronavírus.

Diante de tal cenário, além da saúde física, se tornou necessário dar uma atenção especial também para a saúde mental. É sabido que, frente a uma pandemia e/ou isolamento social, sentimentos de impotência e desesperança, ansiedade, humor deprimido e estresse podem ser freqüentes, bem como crises de ansiedade. Diversos estudos feitos nesta área apontam que os níveis de estresse e a presença de humor deprimido, afetam a resposta do sistema imunológico visto que podem impactar na produção de anticorpos, por exemplo.

As pesquisas revelam que as mulheres são mais propensas a sofrer com ansiedade e depressão durante a pandemia, em especial as que continuam trabalhando, porque se sentem ainda mais sobrecarregadas acumulando tarefas domésticas e cuidados com os filhos em casa. Outros fatores de risco são a alimentação desregrada, doenças preexistentes e a necessidade de sair de casa para trabalhar.

De acordo com a Associação Brasileira de Psiquiatria, é importante manter o autocuidado com a alimentação, hidratação e se comunicar por meios eletrônicos. É necessário ocupar a mente com outras coisas e não passar o dia vendo notícias sobre coronavírus. Ficar concentrado na doença pode gerar uma obsessão mental e incapacitar as pessoas de se desenvolverem.

A OMS, governos e entidades profissionais divulgaram uma série de recomendações acerca de como enfrentar as conseqüências psicológicas da pandemia, reunimos aqui algumas delas:

  • Cuidado com o consumo de informações

Reduza a leitura ou contato com notícias que podem causar ansiedade ou estresse. Busque informações apenas de fontes fidedignas, evite boatos ou informações erradas;

Ø Estabeleça uma rotina

Tente ao máximo manter uma rotina equilibrada e, se possível, crie novas. Tente incluir momentos de relaxamento nela, incorporando coisas que você gosta, como ler um livro, assistir séries e etc.

Ø Se conecte com as pessoas

conexão com amigos e familiares é fundamental, por isso, tire momentos do seu dia para conversar com eles, utilize a tecnologia a seu favor, você pode manter a proximidade digital! Falar com pessoas próximas sobre os seus medos e inseguranças pode ser uma forma de aliviar a tensão durante esse período.

Ø Saúde e bem estar

Faça exercícios físicos em casa, tente manter uma dieta equilibradabeba bastante água e evite o consumo de álcool, cigarro e outras drogas. Além disso, mantenha as janelas abertas para permitir a circulação de ar fresco.

  • Faça exercícios de respiração

Nem todo mundo sabe, mas a respiração é bem poderosa, pois é capaz de diminuir nossos níveis de ansiedade. Já percebeu como a respiração fica ofegante quando você está nervoso e tenso? Nesses momentos, ela fica curta e muito rápida.

  • Faça terapia

 

Se você não sabe como lidar com a ansiedade e sente que precisa de auxílio psicológico para trabalhar todas as suas questões, não hesite em procurar um profissional.

Se o seu caso for leve, talvez todas as dicas anteriores sejam o suficiente, Se ainda assim sua angústia persistir por várias semanas, entre em contato com um profissional de saúde mental.

IMPORTANTE : Somente um médico pode diagnosticar doenças, indicar  tratamentos e receitar medicações. O conteúdo apresentado possui apenas caráter informativo.

Referencias

Coronavírus: como evitar a ansiedade e a depressão durante o isolamento. Blog do Hospital São Matheus. Disponível em < http://hospitalsaomatheus.com.br/blog/coronavirus-como-evitar-a-ansiedade-e-a-depressao-durante-o-isolamento/ > Acesso em 10 de setembro de 2020.

Saúde mental em tempos de coronavírus. Sanar Saúde. Disponível em < https://www.sanarmed.com/saude-mental-em-tempos-de-coronavirus > Acesso em 10 de setembro de 2020.