Em tempos de pandemia, nada melhor do que manter o sistema imunológico para que o corpo consiga se defender da melhor forma caso seja infectado. Antes de tudo, vale alertar que não existe alimento, nutriente ou vitamina milagrosa que previna ou cure o covid-19.

Para que o conjunto de células, tecidos, órgãos e moléculas que formam o sistema imunológico funcione bem, é preciso uma alimentação equilibrada com proteínas, carboidratos, gorduras e sais minerais. E água, muita água. A hidratação é fundamental para o funcionamento do corpo, sendo vital para as células do sistema imunológico. Por isso, não espere a sede chegar: mantenha sua garrafinha sempre por perto e beba água várias vezes ao dia. Sua saúde agradece.

Mais ânimo, disposição e energia,  quem não quer se sentir assim? Para isso, as vitaminas são substâncias essenciais para a nossa vida. Encontradas nos mais diversos alimentos, principalmente em frutas, hortaliças e vegetais, esses nutrientes garantem o bom funcionamento do corpo, prevenindo e combatendo doenças e enfermidades. A alimentação se torna uma poderosa aliada.

Vitaminas e antioxidantes ajudam a fortalecer o sistema imunológico vitaminas A e C são as mais lembradas quando se fala em imunidade. A fama é justa, mas elas sozinhas não são capazes de garantir um sistema imunológico forte, é necessário associá-las, veja quais são abaixo:

Vitamina C:  Melhora o sistema imunológico, a pele, o humor e evita problemas oftalmológicos e derrame. São exemplos de alimentos fonte de vitamina C: laranja, limão, acerola, goiaba, caju, kiwi, morango, melancia, salsinha, pimentão vermelho e batata-doce.

Vitamina A:  Essencial para a visão e o crescimento. Suas principais fontes são: bife de fígado, cenoura, batata-doce e frutas de coloração amarelo-alaranjada, como manga, mamão e caqui.

Vitamina E: Poderoso antioxidante, esse nutriente atua na prevenção e no tratamento de doenças que surgem ao longo da vida, seja uma gripe ou enfermidades mais complexas como o câncer, por exemplo. Além disso, pode beneficiar a saúde intestinal e, para os homens, aumentar a produção de espermatozóides. São encontrados em vegetais verdes escuros, nozes, gema de ovo, gordura do leite, germe de trigo, óleos vegetais (soja, amendoim, girassol, canola e oliva).

Vitamina D: A vitamina D é conhecida por ajudar na calcificação e no fortalecimento dos ossos e músculos, sendo sempre associada ao bem-estar corporal. Ela também atua nos cuidados da saúde cardiovascular e influencia na absorção de minerais como o cálcio e o fósforo. Além da exposição solar, sendo indicado 15 minutos por dia, alguns alimentos também são fontes de vitamina D. São eles: Fígado, gema de ovo, manteiga, cogumelo e peixes, como salmão, atum, sardinha, cavala e arenque.

Vitamina K: A vitamina K, assim como a vitamina D, também é associada à saúde dos ossos, pois ajuda na fixação de cálcio no corpo, prevenindo a osteoporose, para os adultos e idosos e ajudando no crescimento e desenvolvimento infantil desde a gestação. Outro destaque para esse nutriente é que a vitamina K também auxilia na coagulação sanguínea, prevenindo hemorragias e facilitando o processo de cicatrização. Encontrada no Fígado, óleos vegetais (soja, girassol, oliva, etc), folhas verdes escuras (espinafre, brócolis, couve, etc) e farelo de trigo.

 

Complexo B: Composta por vários elementos

– Tiamina: A chamada vitamina B1 é fundamental para estimular o apetite, melhorar o funcionamento do sistema nervoso, prevenir doenças cardiovasculares e desenvolver a musculatura.

Onde encontrar: Fígado de porco, legumes, grãos integrais (quinoa, grão de bico, lentilha, etc), cereais (arroz, trigo, centeio, chia), germe de trigo e batatas.

– Riboflavina (vitamina B2): Esse nutriente é o responsável pela transformação de outras substâncias em energia para o nosso corpo. A vitamina B2 faz com que os carboidratos, as gorduras e as proteínas sejam energia, garantindo disposição para a rotina ou para os praticantes de atividades físicas.

Onde encontrar: Leite e derivados, carnes, ovos, cereais integrais e vegetais verdes escuros.

– Niacina (vitamina B3): Essa vitamina também é responsável pelo fornecimento de energia para o nosso corpo, mas também contribui com a redução dos níveis de colesterol, melhora a circulação sanguínea, previne o diabetes e, por ser antioxidante, atua na prevenção do câncer, como o de boca e de garganta, por exemplo.

Onde encontrar: Peixes, aves, fígado, grãos, ovos, amendoim, leite e legumes.

– Ácido pantotênico: A vitamina B5 é a responsável para garantir pele e cabelos saudáveis e hidratados, além de atuar na produção de hormônios e controlar os níveis de colesterol no sangue. Esse nutriente também ajuda a diminuir o cansaço e a fadiga, além de melhorar o processo de cicatrização do corpo.

Onde encontrar: Fígado, farelo de arroz e de trigo, semente de girassol, cogumelos, frango, abacate, couve flor, brócolis e salmão.

– Piridoxina (vitamina B6): A vitamina B6 atua na saúde cardiovascular, prevenindo doenças, reduzindo os níveis de colesterol e da pressão sanguínea. Suas funções também incluem a aceleração do metabolismo, ajudando na queima de gorduras e favorecendo o emagrecimento, além diminuir a retenção de líquidos, ajudando a desinchar o corpo.

Onde encontrar: Banana, salmão, espinafre, melancia, semente de girassol, abacate, batata, inhame, bacalhau e bife de fígado.

– Folato (vitamina B9): Também chamado de ácido fólico, essa substância é altamente indicada para as mulheres que estão tentando engravidar, pois ajuda a formar o sistema nervoso da criança e prevenindo doenças. A vitamina B9 também favorece o sistema gastrointestinal, prevenindo a diarreia e má absorção de nutrientes importantes.

Onde encontrar: Feijão, lentilha, levedura de cerveja, fígado de galinha, quiabo e espinafre.

– Cobalamina (vitamina B12): Essa vitamina é responsável por proteger o sistema nervoso central, reduzindo os efeitos do estresse no cérebro, assim como protegendo da ansiedade e da depressão. A substância também contribui com a saúde da pele, unhas e cabelos, deixando-os bonitos e saudáveis.

Onde encontrar: Bife de fígado, ostras e mariscos, salmão e truta. Alguns alimentos ainda podem ser enriquecidos com o nutriente, tais como os cereais matinais, cremes de amendoim e alimentos à base de soja.

 

IMPORTANTE : O conteúdo apresentado possui apenas caráter informativo. São dicas de alimentação de uma profissional da área de nutrição. Dúvidas consulte seu médico.

 

Referencias

Portal Unimed. Coronavirus: o que você precisa saber. Disponível em <https://www.unimed.coop.br/viver-bem/alimentacao/alimentacao-para-fortalecer-a-imunidade-em-tempos-de-covid-19#:~:text=S%C3%A3o%20exemplos%20de%20alimentos%20fonte,e%20900%20%C2%B5g%20para%20homens. > Acesso em 14 de janeiro de 2021

RODRIGUES, Carine. Vitaminas A, B, C, D, E, K… Saiba tudo sobre os benefícios desses nutrientes. Disponível em <

https://www.conquistesuavida.com.br/noticia/vitaminas-a-b-c-d-e-k-saiba-tudo-sobre-os-beneficios-desses-nutrientes_a7347/1 > Acesso em 14 de janeiro de 2021.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Compartilhe
Conversar agora!
Atendimento via WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: