Por Kimberly Ferreira Enfermeira – COREN RS 552072

Pneumonia é uma infecção que se instala nos pulmões, órgãos duplos localizados um de cada lado da caixa torácica. Pode acometer a região dos alvéolos pulmonares onde desembocam as ramificações terminais dos brônquios

Os alvéolos devem estar sempre limpos, livres de substancias que possam impedir o contato do ar com o sangue, porém quando o individuo é acometido pela pneumonia significa que um agente infeccioso ou irritante, como bactérias, vírus, fungos e por reações alérgicas penetrou o espaço alveolar.Diferentes do vírus da gripe, que é altamente infectante, os agentes infecciosos da pneumonia não costumam ser transmitidos facilmente.

Os fatores e risco para o desenvolvimento a pneumonia são:

  • Fumo; provoca reação inflamatória que facilita a penetração de agentes infecciosos;
  • Álcool; interfere no sistema imunológico e na capacidade de defesa do aparelho respiratório;
  • Ar condicionado; deixa o ar muito seco, facilitando a infecção por vírus e bactérias;
  • Resfriados mal cuidados;
  • Mudanças bruscas de temperatura;

Dados do Ministério da Saúde revelam uma vulnerabilidade maior de pessoas acima de 60 anos às complicações causadas por esta doença, oito em cada dez mortes por pneumonia no Brasil entre 2015 e 2017 foram de idosos, o que corresponde a mais de 80% das mortes pela doença.

Além de uma imunidade naturalmente reduzida em relação aos mais jovens, os idosos costumam ter outros problemas de saúde que diminuem a capacidade do organismo de lutar contra agentes invasores. Com a idade avançada o sistema imunológico já não responde tão bem como antes, as doenças pré existentes também aumentam o risco de óbito. A chegada do frio também exige atenção especial nessa idade.

O diagnóstico da pneumonia é feito através de exame clínico e ausculta do pulmão além de exames de imagem solicitados pelo seu médico como radiografias de tórax que são recursos essenciais para o diagnóstico completo.

O tratamento deste problema e saúde abrange o uso e antibióticos e a melhora costuma ocorrer em três ou quatro dias. A internação hospitalar pode fazer-se necessária quando a pessoa é idosa, tem febre alta ou apresenta alterações clínicas decorrentes da própria pneumonia, tais como: comprometimento da função dos rins e da pressão arterial, dificuldade respiratória caracterizada pela baixa oxigenação do sangue porque o alvéolo está cheio de secreção e não funciona para a troca de gases.

Para manter-se saudável e longe dos riscos e complicações de uma pneumonia procure atendimento médico para diagnóstico precoce em caso de apresentar os sintomas citados anteriormente. Cuide e auxilie os idosos de sua família a evitarem os fatores de risco para a doença.

 IMPORTANTE : Somente um médico pode diagnosticar doenças, indicar  tratamentos e receitar medicações. O conteúdo apresentado possui apenas caráter informativo.

 

Referencias

BRASIL, Dicas em saúde da Biblioteca Virtual em saúde, Pneumonia, 2011. Disponível em < https://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/233_pneumonia.html > Acesso em 23 de julho de 2020.

ANAHP, Associação Nacional de Hospitais Privados, Mais de 80% as mortes por pneumonia no país são de idosos. São Paulo, junho de 2019. Disponível em < https://www.anahp.com.br/noticias/noticias-do-mercado/mais-de-80-das-mortes-por-pneumonia-no-pais-sao-de-idosos/ > Acesso em 23 de julho de 2020.